21 de Junho de 2011

Fruto - Durião - Durio Zibethinus

O tamanho, a forma e o peso dependem do cultivar. A fruta tem um odor ruim mas a polpa, vendida cortada e dividida em segmentos, envolvidas em plástico-filme, tem gosto de caramelo.

Na Malásia, é usada em receitas culinárias, sendo cozidas com açúcar ou água de coco. O fruto fresco e maduro é considerado afrodisíaco por todo o sul da Ásia. Suas sementes (assadas) podem ser consumidas também para o mesmo fim.

Da família das Malvaceae, subfamília Bombacoideae, o Durião é nativo da Malásia e da Indonésia. Embora seja plantada em pequena escala ao longo dos trópicos, a produção comercial está principalmente na Tailândia, Malásia, Indonésia, Filipinas, Vietnan, Índia e Austrália. É árvore de grande porte , de tronco recto e folhas alternadas. Entre nós é conhecida como Durião. Nos países de língua inglesa Durian; Na Espanha durián e na Indonésia, duren, ambetan, kadu.

É rico em cálcio, fósforo, potássio, ferro, vitamina C dentre outros. Habita em clima tropical e cresce melhor em solos férteis, profundos com abundante matéria orgânica. Existem 28 espécies, mas apenas 8 têm frutos comestíveis. O extrado de folhas, frutos e raízes são usados para reduzir a febre, e no tratamento de icterícia, edema, e doenças de pele. Por exalar um cheiro enauseante, é proibido transportar o fruto em transporte público na Malásia

Sem comentários:

Enviar um comentário